Portuguese English Spanish

 

Em busca de compreender os efeitos que as “falsas notícias” causam na política, economia e sociedade, ocorreu na última quarta-feira (20), o seminário nacional “Impacto Social, Político e Econômico das Fake News”. O evento promovido em Brasília, pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão (ABRATEL), teve a presença de personalidades governamentais como o Presidente da República, Michel Temer e o Ministro e também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux.

As chamadas “fake news” podem ser produzidas por qualquer pessoa e facilmente espalhadas pela internet. Cerca de 12 milhões de brasileiros compartilham falsas informações nas redes sociais e possuem consciência disso, segundo um estudo da Universidade de São Paulo (USP). Em meio a períodos eleitorais, informações dessa espécie podem circular em maior quantidade e intensidade. O primeiro painel do seminário buscou debater o impacto político dessas falsas informações e a importância dos internautas estarem atentos às notícias que leem na web.


Em discurso, o presidente do TSE comentou sobre os danos irreparáveis que as falsas notícias podem causar nas candidaturas e ressaltou a importância de votar de forma ética e moral, “um voto consciente é um voto que se baseia na lisura informacional”, destacou Fux. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP esteve presente no seminário, com interesse na discussão sobre a disseminação de desinformação e a importância de produzir conteúdo jornalístico verídico e de qualidade.

O IBRAPP é à favor da produção e comunicação de conteúdo confiável e considera oportuno estes debates sobre o tema, uma vez que este tipo de conteúdo deliberado pode gerar impactos negativos em diversas áreas no nosso país. Ainda neste ano, o Instituto participou também, da Cerimônia de Abertura da Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento às Fake News, que tem como objetivo combater a disseminação de notícias falsas

Consequências na economia

No âmbito econômico, as discussões envolveram os diversos prejuízos que empresas podem obter quando são vítimas de fake news, além da monetização que essas desinformações podem gerar para seus produtores. Segundo a jornalista Mara Luquet, “as fake news sempre existiram, mas com a tecnologia ganharam maior força”. O jornalista Antônio Guerreiro, também participante do painel, enfatizou a comercialização de dados e comportamentos na internet com base em algoritmos, “a indústria da informação está sangrando” ressaltou Guerreiro.


Impacto social


Com a participação de especialistas e o do senador Cristovão Buarque, o terceiro painel abordou aspectos sociais das “fake news”, considerado pelo professor da Universidade de Brasília (UNB), Sivaldo Pereira, um fenômeno multidimensional que envolve cultura, economia, tecnologia e política. “O ato de compartilhar conteúdo online é parte da cultura contemporânea” explicou Pereira, no debate que explanou razões motivadoras na disseminação de falsas informações, como o ganho financeiro baseado em cliques, curtidas e compartilhamentos. Além desse fator, foram abordadas características de quem produz e causa disseminação dessas notícias, nomeadas pelo jornalista Leonardo Cavalcanti como “mercenários”. Segundo o painelista, os produtores de “fake news” são poucos, anônimos e possuem alto conhecimento de tecnologia.

Também estiveram presentes seminário nacional “Impacto Social, Político e Econômico das Fake News, os deputados federais Márcio Marinho (PRB/BA) e Luiz Carlos Hauly (PSDB/PR), a jornalista Amanda Klein, o editor executivo da BBC News Brasil, Caio Quero, o jornalista Rodrigo Orengo e o diretor de jornalismo da RecordTV Brasília, João Beltrão.

 

 Fotos: Associação Brasileira de Rádio e Televisão

Publicado em Notícias


Uma cerimônia no Palácio do Planalto deu posse às novas integrantes do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM). Diversas entidades, entre elas o Instituto Brasileiro  de Políticas Públicas - IBRAPP, prestigiaram a nomeação das conselheiras, na última quarta-feira (13).  Foram empossadas 41 conselheiras, sendo 16 representantes governamentais e 21 representantes da sociedade civil.

A Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres interina, Aparecida Moura, presidiu a cerimônia e versou sobre a necessidade da ampliação dos debates sobre as políticas públicas para as mulheres. Durante sua fala explicou também que o conselho forte fortalece a execução dessas políticas em todo o país.

O Conselho atua nas áreas de violência e direitos humanos; saúde; inclusão financeira e trabalho; educação; comunicação; novas tecnologias digitais e esporte. A instituição é ainda um espaço que agrega o envolvimento das entidades da sociedade civil e do movimento organizado de mulheres, permitindo a troca de conhecimentos e a reivindicação de pautas de forma mais coesa.

Sobre o CNDM    

O Conselho Nacional de Direitos da Mulher é um órgão deliberativo e participativo, responsável por propor políticas públicas que promovam a igualdade entre mulheres e homens e combatam toda a forma de discriminação, além de realizar o controle social. O CNDM foi criado em 1985 pela Lei 7.535 e desde 2003 integra a estrutura da SPM.

Publicado em Notícias

Trazer luz à questão da violência no ambiente escolar e debater seus desdobramentos. Esse foi o objetivo da Comissão de Direitos Humanos (CDH) com a pauta “Violência nas Escolas”, realizada nesta quarta-feira (30), no Senado Federal. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP esteve presente na audiência requerida e presidida pelo Senador Paulo Paim (PT/RS). Com a educação como uma das frentes de atuação do Instituto, o IBRAPP apoia o debate sobre questões que permeiam esta esfera.

Em pesquisa Global, o Brasil é o primeiro no ranking de violência contra professores nas escolas, segundo a Organização Para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com um olhar para a situação atual do país, a sessão expôs que o desafio é trabalhar em prol do direito a diversidade e cidadania nas escolas, além da garantia de um espaço democrático.

Foi pontuado ainda, que a Lei que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9.394/96) pode ser uma fórmula adequada no combate à violência dentro dos colégios. Esse Decreto disciplina a educação escolar e afirma ser esta dever do Estado e da família. “A violência nas escolas é uma questão política, social e urgente”, ressaltou Ângela Soligo, representante do Conselho Federal de Psicologia (CFP).

Além da psicóloga, estiverem presentes na reunião representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi/MEC) e da TV Brasil-EBC. A presença de instituições que representam a Organização Civil, como o IBRAPP, assegura que o debate continue firme e siga em direção ao incremento das políticas públicas para a educação e combate à violência escolar no País.

Publicado em Notícias

Um conjunto de organizações em diversas áreas de atuação, com um objetivo em comum: transformar realidades através da capacitação e assistência à comunidades menos favorecidas. É com este interesse no bem estar da população que o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP passa a integrar o rol de parceiros do Selo Social. Uma reunião em Águas Claras (DF), na última terça-feira (15), 1º ciclo de Protagonista para o Selo Social – DF.

O Selo Social é uma certificação concedida a empresas, entidades sociais e órgãos públicos que demonstrem compromisso social. Além do Distrito Federal, o Selo Social atua no Rio Grande do Sul (RS) e em São Paulo (SP). São dezenas de instituições certificadas que vão desde o terceiro setor, passando pelo serviço público até grandes grupos da indústria, que possuem projetos de responsabilidade social. Após três encontros no Ciclo o IBRAPP passará a ser certificado com o selo.

Publicado em Notícias

O “IBRAPP + Saúde” conquistou a manhã de domingo de vários brasilienses e acolheu frequentadores de um dos espaços de maior bem estar do Distrito Federal, o Parque da Cidade Sarah Kubitschek. Realizado no último domingo (29), o evento promoveu diversão para as crianças e bem-estar para adultos, com uma programação que envolveu aferição de pressão, testes glicêmicos, aula de alongamento, fit dance e a presença de diversos food bikes. A ação finalizou o mês da saúde e a campanha iniciada no dia 26 de abril, Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Esta é a terceira edição da ação de promoção à saúde que teve início apenas para os colaboradores do IBRAPP. Este ano, o Instituto trouxe contemplou também o público e realizou mais de 500 atendimentos em Brasília. Além do lazer e descontração, o gerente do escritório Brasília comentou o intuito da em relação à saúde. “Através desses eventos, o IBRAPP procura estimular a sociedade civil a cuidar da saúde, do bem-estar e se atentar a qualidade de vida”, ressaltou o gerente.



A moradora da cidade satélite de Ceilândia, Regilaine Ribeiro, comentou que ao fazer um pique nique no parque com a família, conheceu o evento e aproveitou para fazer o teste de glicemia e aferir a pressão. Já a voluntária Aglaís de Paula, comentou sobre o interesse do púbico e ressaltou a importância da conscientização das população em relação à hábitos saudáveis. “Tendo informação, você pode disseminar isso para outras pessoas. É melhor você trabalhar de forma preventiva, do que esperar o surgimento de problemas de saúde” comentou Aglaís.

Além dos atendimentos e das atividades de lazer, o público teve acesso à doação de mudas de plantas nativas do cerrado brasiliense e de brindes dos food bikes parceiros, como açaí e sucos naturais. O IBRAPP + Saúde contou ainda com a parceria do Jardim Botânico, Runway Academias, Din-Din do Cerrado, Carmim Picoleteria, Sucupira e apoio do Hospital Naval e UniCEUB.  

Publicado em Notícias

Em reconhecimento à importância de discutir temas como liberdade de imprensa e liberdade de expressão, se deu em Brasília, na última quinta-feira (3), o 10º Fórum: Liberdade de Imprensa e Democracia. Na ocasião, diversas personalidades, profissionais da comunicação e juristas debateram temas como o compartilhamento das Fake News. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP esteve presente no evento, que proporcionou um rico debate público.

Palestrante do evento, o Ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Carlos Ayres Britto, em entrevista ao IBRAPP, contou sobre a importância da plena liberdade na produção de conteúdo jornalístico. “A abstenção do Estado, é o modo clássico de não atrapalhar a liberdade de Imprensa”, ressaltou o Ministro. Com a participação de nomes importantes como o jornalista Ascânio Selene, do jornal O Globo, os palestrantes pontuaram ainda ações que impedem a autonomia na escrita e a publicação de informações.

A data escolhida para a realização do Fórum foi simbólica, pois celebra o Dia Internacional da Liberdade de Imprensa (3 de maio). Promovido pelo Portal Imprensa com apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o 10º Fórum: Liberdade de Imprensa e Democracia trouxe à luz temas voltados para o trabalho dos veículos e profissionais da comunicação. Como instituição do Terceiro Setor, o IBRAPP se faz presente onde temas relevantes para a sociedade sejam tema de debate. Este envolvimento é uma das formas de contribuir para o desenvolvimento país, bem como das localidades em que o Instituto está presente.

Publicado em Notícias

Visando um diálogo mais amplo sobre as doenças sexualmente transmissíveis e a melhor maneira de atingir a conscientização do público jovem, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP se reuniu com um grupo de representantes da ONG alemã Youth Against AIDS - YAA (juventude contra a AIDS - tradução livre). O encontro se deu no primeiro de maio, na sede executiva do Instituto em Brasília.

O diálogo se deu durante a visita da comitiva ao Brasil, para firmar parcerias com empresas, órgãos públicos e instituições engajadas na luta contra a AIDS. O CEO da YAA, Daniel Nagel, e o CCO, Roman Malessa, conversaram com o gerente do escritório Brasília, Paulo Roberto Coelho, sobre as áreas e projetos que o Instituto pode desenvolver com a parceria internacional.


O interesse pelo IBRAPP se deu após a equipe tomar conhecimento do projeto “A Vida continua”, uma campanha voltada para o esclarecimento a respeito do vírus HIV, que pode levar a AIDS. A iniciativa mostra que hoje é possível conviver com a doença, ou como soropositivo (portador do vírus) e levar uma vida bem próxima da normalidade, mas que o melhor caminho ainda é a prevenção.



A Youth Against AIDS é uma entidade composta por jovens, criada em 2009 em uma escola de ensino médio em Edimburgo, na Alemanha. A preocupação com a prevenção e o pouco conhecimento sobre o vírus foi o que motivou o início da YAA. Atualmente os representantes estão em visita a vários países, incluindo o Brasil, para mobilizar voluntários para atuar na Conferência Mundial da AIDS.

Publicado em Notícias

Em homenagem ao 58º aniversário do Comando do 7° distrito Naval, uma exposição ficou aberta ao público entre os dias 06 e 15 de abril, no Shopping Conjunto Nacional em Brasília. Com o tema “A Marinha no Planalto Central” uma série de atrações marcou o evento. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP esteve presente através dos seus representantes do escritório de Brasília.

Uma apresentação da Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais da capital do País embalou o evento, que além contar a história da Marinha, também aproximou a rotina da corporação para o público. O gerente da sede executiva do IBRAPP, Paulo Roberto Coelho, frisou a importância da Marinha no nosso país em sua função de garantir a guarda costeira brasileira.


A Marinha do Brasil é parceira do Instituto no projeto “IBRAPP + Saúde” que será realizada dia 29 de abril no Parque da Cidade. Atendimentos de saúde e oficinas de nó farão parte da programação para este dia de bem estar e lazer.

Publicado em Notícias

Após uma visita de apresentação ao município de Tramandaí (RS), onde foram apresentados soluções e projetos do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP para o desenvolvimento da região, um grupo de representantes da Prefeitura de Tramandaí esteve no escritório de Brasília. Na reunião, realizada no final de março, foi debatido o acúmulo da gestão pública e a parceria que pode ser realizada para a execução de serviços em benefício da população.

Com quase 50 mil habitantes, localizado no litoral norte gaúcho, o município apresenta grande potencial turístico e para o desenvolvimento de ações que envolvem o meio ambiente. De acordo com o Secretário de Municipal de Meio Ambiente, Fernando Campani, o município está vivendo um novo capítulo no desenvolvimento, com aumento da oferta local para pesquisa e extensão universitária. “Precisamos de parceiros, dentro do limite público municipal, para executar os serviços e projetos para o nosso contribuinte”, ressaltou o secretário.

Para o IBRAPP esta é uma oportunidade de desenvolver ações de Sustentabilidade, com gestão estratégica especializada visando as mais diversas áreas como educação, saúde e meio ambiente. “Tramandaí é o município que mais se desenvolve no norte do Rio Grande do Sul, nos últimos 10 anos, realizar projetos para assistir a população local e potencializar este desenvolvimento é fundamental”, observa o consultor do IBRAPP, Ranier Oliveira.

A parceria entre o Setor Público e as Organizações sociais é oportuna para trazer inovação e ampliar a cobertura de serviços para a população. O IBRAPP realiza visitas e desenha projetos para trabalhar de acordo com as necessidades de cada região. Potencializar a rede de parceiros, através de visitas técnicas, e debater em reuniões as soluções viáveis, para suprir a demanda pública, faz parte da rotina do Instituto para o desenvolvimento social.

Publicado em Notícias

Considerado o mês das mulheres, em decorrência do Dia Internacional da Mulher (08/03), março tem o calendário repleto de ações e manifestações que colocam a igualdade de gênero em evidência. A fim de enriquecer estas discussões que envolvem este tema, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP promoveu na última quarta-feira (28), em parceria com a Procuradoria da Mulher do Senado, a campanha de apoio ao aumento da representatividade feminina na política. Com o tema “Política também é coisa de mulher” as ações informativas foram realizadas nas dependências do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

No Brasil, apenas 10% das cadeiras na Câmara dos Deputados e 16% das cadeiras no Senado são preenchidas por mulheres. Com essas e outras informações, a ação foi efetivada com a distribuição de folders educativos a respeito das mulheres no parlamento e nas eleições, em algumas áreas do Congresso Nacional. A campanha teve o intuito de esclarecer o tema ao leitor e conscientizá-lo a respeito da importância de considerar a presença feminina dentro do cenário político, para possibilitar equidade e uma busca mais precisa dos direitos das mulheres.


Simultaneamente, o material foi entregue por representantes do IBRAPP e da Procuradoria, nos gabinetes de Senadoras e Deputadas Federais, a fim de fomentar a causa das mulheres na política de forma apartidária. A adesão da temática como discussão relevante dentro das Casas (Senado Federal e Câmara dos Deputados) e nos meios sociais, traz importância para a luta e crescente discussão sobre direitos iguais em diversas esferas, para ambos os gêneros.  

O folder produzido pelo IBRAPP contém informações como dados estatísticos que mostram que a presença feminina no parlamento, é desproporcional ao eleitorado feminino, que constituí maioria no número total de eleitores. Por consequência, são demonstradas anomalias, como a morosidade quem envolve a aprovação de leis relacionadas à candidatura de mulheres, inseridas no sistema político que desfavorecem a existência da equidade política, e revelam a necessidade dos parlamentares e cidadãos brasileiros a repensarem e debaterem o tema.

Além da colaboração da Procuradoria da Mulher no Senado, que tem como diretora a Senadora Vanessa Grazziotin (AM), a ação contou também com apoio da Gráfica e Editora Qualytá. Ao longo do ano o Instituto realiza ações através de parcerias, com a finalidade se envolver em debates e conscientizações a respeito de temas relevantes para a sociedade.

Publicado em Notícias
Pagina 1 de 2
Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net