Portuguese English Spanish

Um conjunto de organizações em diversas áreas de atuação, com um objetivo em comum: transformar realidades através da capacitação e assistência à comunidades menos favorecidas. É com este interesse no bem estar da população que o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP passa a integrar o rol de parceiros do Selo Social. Uma reunião em Águas Claras (DF), na última terça-feira (15), 1º ciclo de Protagonista para o Selo Social – DF.

O Selo Social é uma certificação concedida a empresas, entidades sociais e órgãos públicos que demonstrem compromisso social. Além do Distrito Federal, o Selo Social atua no Rio Grande do Sul (RS) e em São Paulo (SP). São dezenas de instituições certificadas que vão desde o terceiro setor, passando pelo serviço público até grandes grupos da indústria, que possuem projetos de responsabilidade social. Após três encontros no Ciclo o IBRAPP passará a ser certificado com o selo.

Publicado em Notícias

O “IBRAPP + Saúde” conquistou a manhã de domingo de vários brasilienses e acolheu frequentadores de um dos espaços de maior bem estar do Distrito Federal, o Parque da Cidade Sarah Kubitschek. Realizado no último domingo (29), o evento promoveu diversão para as crianças e bem-estar para adultos, com uma programação que envolveu aferição de pressão, testes glicêmicos, aula de alongamento, fit dance e a presença de diversos food bikes. A ação finalizou o mês da saúde e a campanha iniciada no dia 26 de abril, Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Esta é a terceira edição da ação de promoção à saúde que teve início apenas para os colaboradores do IBRAPP. Este ano, o Instituto trouxe contemplou também o público e realizou mais de 500 atendimentos em Brasília. Além do lazer e descontração, o gerente do escritório Brasília comentou o intuito da em relação à saúde. “Através desses eventos, o IBRAPP procura estimular a sociedade civil a cuidar da saúde, do bem-estar e se atentar a qualidade de vida”, ressaltou o gerente.



A moradora da cidade satélite de Ceilândia, Regilaine Ribeiro, comentou que ao fazer um pique nique no parque com a família, conheceu o evento e aproveitou para fazer o teste de glicemia e aferir a pressão. Já a voluntária Aglaís de Paula, comentou sobre o interesse do púbico e ressaltou a importância da conscientização das população em relação à hábitos saudáveis. “Tendo informação, você pode disseminar isso para outras pessoas. É melhor você trabalhar de forma preventiva, do que esperar o surgimento de problemas de saúde” comentou Aglaís.

Além dos atendimentos e das atividades de lazer, o público teve acesso à doação de mudas de plantas nativas do cerrado brasiliense e de brindes dos food bikes parceiros, como açaí e sucos naturais. O IBRAPP + Saúde contou ainda com a parceria do Jardim Botânico, Runway Academias, Din-Din do Cerrado, Carmim Picoleteria, Sucupira e apoio do Hospital Naval e UniCEUB.  

Publicado em Notícias

Em reconhecimento à importância de discutir temas como liberdade de imprensa e liberdade de expressão, se deu em Brasília, na última quinta-feira (3), o 10º Fórum: Liberdade de Imprensa e Democracia. Na ocasião, diversas personalidades, profissionais da comunicação e juristas debateram temas como o compartilhamento das Fake News. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP esteve presente no evento, que proporcionou um rico debate público.

Palestrante do evento, o Ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Carlos Ayres Britto, em entrevista ao IBRAPP, contou sobre a importância da plena liberdade na produção de conteúdo jornalístico. “A abstenção do Estado, é o modo clássico de não atrapalhar a liberdade de Imprensa”, ressaltou o Ministro. Com a participação de nomes importantes como o jornalista Ascânio Selene, do jornal O Globo, os palestrantes pontuaram ainda ações que impedem a autonomia na escrita e a publicação de informações.

A data escolhida para a realização do Fórum foi simbólica, pois celebra o Dia Internacional da Liberdade de Imprensa (3 de maio). Promovido pelo Portal Imprensa com apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o 10º Fórum: Liberdade de Imprensa e Democracia trouxe à luz temas voltados para o trabalho dos veículos e profissionais da comunicação. Como instituição do Terceiro Setor, o IBRAPP se faz presente onde temas relevantes para a sociedade sejam tema de debate. Este envolvimento é uma das formas de contribuir para o desenvolvimento país, bem como das localidades em que o Instituto está presente.

Publicado em Notícias

Visando um diálogo mais amplo sobre as doenças sexualmente transmissíveis e a melhor maneira de atingir a conscientização do público jovem, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas - IBRAPP se reuniu com um grupo de representantes da ONG alemã Youth Against AIDS - YAA (juventude contra a AIDS - tradução livre). O encontro se deu no primeiro de maio, na sede executiva do Instituto em Brasília.

O diálogo se deu durante a visita da comitiva ao Brasil, para firmar parcerias com empresas, órgãos públicos e instituições engajadas na luta contra a AIDS. O CEO da YAA, Daniel Nagel, e o CCO, Roman Malessa, conversaram com o gerente do escritório Brasília, Paulo Roberto Coelho, sobre as áreas e projetos que o Instituto pode desenvolver com a parceria internacional.


O interesse pelo IBRAPP se deu após a equipe tomar conhecimento do projeto “A Vida continua”, uma campanha voltada para o esclarecimento a respeito do vírus HIV, que pode levar a AIDS. A iniciativa mostra que hoje é possível conviver com a doença, ou como soropositivo (portador do vírus) e levar uma vida bem próxima da normalidade, mas que o melhor caminho ainda é a prevenção.



A Youth Against AIDS é uma entidade composta por jovens, criada em 2009 em uma escola de ensino médio em Edimburgo, na Alemanha. A preocupação com a prevenção e o pouco conhecimento sobre o vírus foi o que motivou o início da YAA. Atualmente os representantes estão em visita a vários países, incluindo o Brasil, para mobilizar voluntários para atuar na Conferência Mundial da AIDS.

Publicado em Notícias

Em homenagem ao 58º aniversário do Comando do 7° distrito Naval, uma exposição ficou aberta ao público entre os dias 06 e 15 de abril, no Shopping Conjunto Nacional em Brasília. Com o tema “A Marinha no Planalto Central” uma série de atrações marcou o evento. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP esteve presente através dos seus representantes do escritório de Brasília.

Uma apresentação da Banda de Música do Grupamento de Fuzileiros Navais da capital do País embalou o evento, que além contar a história da Marinha, também aproximou a rotina da corporação para o público. O gerente da sede executiva do IBRAPP, Paulo Roberto Coelho, frisou a importância da Marinha no nosso país em sua função de garantir a guarda costeira brasileira.


A Marinha do Brasil é parceira do Instituto no projeto “IBRAPP + Saúde” que será realizada dia 29 de abril no Parque da Cidade. Atendimentos de saúde e oficinas de nó farão parte da programação para este dia de bem estar e lazer.

Publicado em Notícias

Após uma visita de apresentação ao município de Tramandaí (RS), onde foram apresentados soluções e projetos do Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP para o desenvolvimento da região, um grupo de representantes da Prefeitura de Tramandaí esteve no escritório de Brasília. Na reunião, realizada no final de março, foi debatido o acúmulo da gestão pública e a parceria que pode ser realizada para a execução de serviços em benefício da população.

Com quase 50 mil habitantes, localizado no litoral norte gaúcho, o município apresenta grande potencial turístico e para o desenvolvimento de ações que envolvem o meio ambiente. De acordo com o Secretário de Municipal de Meio Ambiente, Fernando Campani, o município está vivendo um novo capítulo no desenvolvimento, com aumento da oferta local para pesquisa e extensão universitária. “Precisamos de parceiros, dentro do limite público municipal, para executar os serviços e projetos para o nosso contribuinte”, ressaltou o secretário.

Para o IBRAPP esta é uma oportunidade de desenvolver ações de Sustentabilidade, com gestão estratégica especializada visando as mais diversas áreas como educação, saúde e meio ambiente. “Tramandaí é o município que mais se desenvolve no norte do Rio Grande do Sul, nos últimos 10 anos, realizar projetos para assistir a população local e potencializar este desenvolvimento é fundamental”, observa o consultor do IBRAPP, Ranier Oliveira.

A parceria entre o Setor Público e as Organizações sociais é oportuna para trazer inovação e ampliar a cobertura de serviços para a população. O IBRAPP realiza visitas e desenha projetos para trabalhar de acordo com as necessidades de cada região. Potencializar a rede de parceiros, através de visitas técnicas, e debater em reuniões as soluções viáveis, para suprir a demanda pública, faz parte da rotina do Instituto para o desenvolvimento social.

Publicado em Notícias

Considerado o mês das mulheres, em decorrência do Dia Internacional da Mulher (08/03), março tem o calendário repleto de ações e manifestações que colocam a igualdade de gênero em evidência. A fim de enriquecer estas discussões que envolvem este tema, o Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP promoveu na última quarta-feira (28), em parceria com a Procuradoria da Mulher do Senado, a campanha de apoio ao aumento da representatividade feminina na política. Com o tema “Política também é coisa de mulher” as ações informativas foram realizadas nas dependências do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

No Brasil, apenas 10% das cadeiras na Câmara dos Deputados e 16% das cadeiras no Senado são preenchidas por mulheres. Com essas e outras informações, a ação foi efetivada com a distribuição de folders educativos a respeito das mulheres no parlamento e nas eleições, em algumas áreas do Congresso Nacional. A campanha teve o intuito de esclarecer o tema ao leitor e conscientizá-lo a respeito da importância de considerar a presença feminina dentro do cenário político, para possibilitar equidade e uma busca mais precisa dos direitos das mulheres.


Simultaneamente, o material foi entregue por representantes do IBRAPP e da Procuradoria, nos gabinetes de Senadoras e Deputadas Federais, a fim de fomentar a causa das mulheres na política de forma apartidária. A adesão da temática como discussão relevante dentro das Casas (Senado Federal e Câmara dos Deputados) e nos meios sociais, traz importância para a luta e crescente discussão sobre direitos iguais em diversas esferas, para ambos os gêneros.  

O folder produzido pelo IBRAPP contém informações como dados estatísticos que mostram que a presença feminina no parlamento, é desproporcional ao eleitorado feminino, que constituí maioria no número total de eleitores. Por consequência, são demonstradas anomalias, como a morosidade quem envolve a aprovação de leis relacionadas à candidatura de mulheres, inseridas no sistema político que desfavorecem a existência da equidade política, e revelam a necessidade dos parlamentares e cidadãos brasileiros a repensarem e debaterem o tema.

Além da colaboração da Procuradoria da Mulher no Senado, que tem como diretora a Senadora Vanessa Grazziotin (AM), a ação contou também com apoio da Gráfica e Editora Qualytá. Ao longo do ano o Instituto realiza ações através de parcerias, com a finalidade se envolver em debates e conscientizações a respeito de temas relevantes para a sociedade.

Publicado em Notícias

Realizado pela primeira vez na América Latina, a 8ª edição do Fórum Mundial da Água (8th World Water Forum) ocorre em Brasília, do dia 18 ao dia 23 de março, nos espaços do Estádio Mané Garrincha e Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Organizado pelo Conselho Mundial da Água, órgão de nível internacional, o evento atende representantes e cidadãos de diversos países do mundo para debates, sessões e apresentação de ideias inovadoras sobre o tema. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP esteve presente para conferir as soluções e diálogos sobre o tema.


A crise hídrica vivida em inúmeras localidades do Brasil, o racionamento instituído no Distrito Federal e a seca que assola a região nordeste do país, tornam propício o momento para a discussão sobre a água. O Fórum compreende quatro espaços, que integram desde pessoas, instituições e empresas pagantes, até a população com acesso gratuito para conhecimento sobre consumo consciente e outros temas que levam a preservação deste recurso.

A Vila Cidadã, espaço aberto ao público, possuiu uma programação recheada de rodas de conversas, stands, equipamentos interativos, atrações artísticas e workshops voltados para a conscientização da população em relação à importância da água. O IBRAPP conversou com representantes de algumas instituições e acompanhou a abertura do curso online gratuito “Soluções locais para a água diante dos desafios globais”, oferecido pela ONG Educação Gaia. O curso, assim como outras atividades do Fórum, visa informar sobre a importância do reuso e da diminuição no desperdício de água, assunto abordado continuamente no evento.

 A técnica em qualidade da água da Agência Nacional de Águas (ANA), Ana Paula Montenegro, explicou que por questões culturais, os brasileiros não percebem que a água é um recurso finito.“O povo brasileiro tem uma política de abundância, por achar que temos água suficiente, portanto não precisamos reutiliza-la”, explicou a técnica. Mas este pensamento tem mudado em consequência dos problemas enfrentados recentemente com os recursos hídricos.Dados do Fundo das Nações Unidas Para a Infância (Unicef) revelam que cerca de 700 crianças morrer por dia em virtude da má qualidade da água, ou contaminação dos reservatórios disponíveis. 

De acordo com Ana Montenegro, no Brasil, a situação se dá principalmente por conta do saneamento. “O grande vilão da qualidade da água no Brasil é o esgoto não tratado”, ressaltou Montenegro.   A técnica citou ainda que grandes instituições do Brasil estão tomando atitudes conscientes em relação ao reuso e desperdício desse recurso, e que há um despertar nas pessoas em relação não só a quantidade de água disponível, mas também em sua qualidade.

  Crises hídricas

O problema da escassez de água no Brasil foi amplamente debatido no Fórum e nos estandes da Vila Cidadã abertos ao público. Em relação a soluções locais para as crises hídricas o Coordenador de Recursos Hídricos do estado de São Paulo, Rui Brasil, esclareceu que em sua concepção “a água precisa estar na agenda política” e que os gestores públicos precisam buscar soluções para questões que englobam, antes de tudo, a saúde pública e qualidade de vida, tal como o tratamento de esgoto, por exemplo. 

Segundo o coordenador, as crises costumam ser locais e é papel da população, buscar soluções com os gestores em demonstração de i

nteresse ao funcionamento da questão hídrica na região. “A água é a maior propulsora do desenvolvimento. No lugar que não tem água, não tem desenvolvimento” completou Rui Brasil.

Com a presença de uma sociedade mais ligada ao consumo, o coordenador relembra a necessidade de buscar moderação, sobretudo no uso da água, sendo esse um uso racional.  “Se temos água ruim, temos que recuperá-la, se temos água boa, precisamos preservá-la” enfatizou. O bom uso da água proporciona benefícios diretos à população, como exemplificado por Rui: “Quando uma região deixa de construir um barramento para regularizar vasões, em que se é gastado milhões de reais, esses investimentos são postergados e podem ser usados em outras áreas”. O coordenador comentou que projetos realizados pelos Comitês para os momentos de crise antes das mesmas acontecerem, dão ao Estado e a população maior resiliência para enfrentar problemas, como a escassez.

Publicado em Notícias

Concentradas em uma praça na cidade de Boa Vista à espera de abrigo e oportunidade de emprego, aproximadamente 600 pessoas fazem fila na tentativa de conseguir alimento. Essa é a realidade dos venezuelanos, refugiados no estado de Roraima, que foi debatida na última terça-feira (27), na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa no Senado Federal. O Instituto Brasileiro de Políticas Públicas – IBRAPP esteve presente na apresentação das pautas que abordaram os principais problemas e possíveis soluções para a diminuição do fluxo migratório desenfreado, que tem acontecido no estado situado no norte brasileiro.


A sessão presidida pelo senador Telmário Mota, que foi também autor do requerimento da audiência, teve o objetivo de esclarecer a situação em que o estado de Roraima se encontra, ao receber grande quantidade de refugiados por conta da crise econômica instaurada na Venezuela. Segundo o senador eleito pelo estado, a escassez de recursos básicos para os civis da região tornou alguns países da América Latina porta de entrada para os refugiados, incluindo o Brasil.


Atravessando a fronteira com Roraima, aproximadamente 40 mil venezuelanos já entraram na nação brasileira em busca de uma nova vida, porém não são recebidos adequadamente no país. Ao longo do debate na Comissão, o parlamentar citou o comportamento, a disciplina e a gratidão dos vizinhos latinos em Roraima. Ele ressaltou a necessidade de abrigos adequados para os refugiados na capital do estado, “Tenho batido muito nessa tecla e cobrado do Governo Federal medidas práticas” comentou o senador.


Durante os momentos finais, foi pontuada a corresponsabilidade dos três entes federativos – município, estado e governo federal – de agirem em prol da crise dos refugiados, visando ações que mudarão o contexto atual, ressaltando a importância do cumprimento da Lei de Migração (Lei Nº 13.445) e do respeito aos Direitos Humanos. O dever do Brasil para com os refugiados no que diz respeito a esse cenário crítico foi dado pelo Oficial de meios de Vida do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados - ACNUR no Brasil, Paulo Almeida, como “salvar vidas e garantir a proteção das pessoas que fogem de seus países por diversas causas e tem seus direitos humanos violados”, ressalta o Oficial.

Diante do exposto na audiência, a crise migratória não envolve apenas a questão de abrigos e alimento para os refugiados. Com o aumento de 10% da população de Roraima é preciso um olhar sobre as questões diplomáticas que envolvem saúde e postos de trabalho, para que não falte assistência tanto à população local, quanto para os recém-chegados do país vizinho. Além da ACNUR e do Senador roraimense estiveram presentes representantes do Ministério da Saúde, Ministério dos Direitos Humanos, Ministério das relações Exteriores e da Organização não governamental Fraternidade.  

Publicado em Notícias

Preocupar-se com o desenvolvimento social de todas as pessoas envolvidas em sua cadeia de produção como comunidade, consumidores, meio ambiente e governo. Este é o conceito abrangente de Responsabilidade Social adotado tanto por empresas da esfera pública quanto da rede privada. Com o intuito de firmar uma parceria agregadora para à população da capital Federal, uma comissão do Instituto Brasileiro de Políticas  Públicas - IBRAPP se reuniu nesta sexta (16) com representantes do programa Metrô Solidário, na sede da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), para falar sobre projetos que promovam a Responsabilidade Social no Metrô do DF.


Durante a reunião estiveram presentes a gerente do metrô solidário, Lívia Passos, e a gerente de projetos, Nayara Lopes, que expuseram as necessidades a respeito de campanhas e ações que pudessem atingir de forma positiva o público interno e externo que utiliza o transporte coletivo. Por dia transitam cerca de 200 mil pessoas em todas as estações do Metrô – DF.


O analista de projetos do IBRAPP em Brasília, Leonardo Costa, expôs pontos a serem explorados como a implantação de iniciativas sustentáveis e que aproximem a comunidade de ações educativas, além de outras iniciativas de capacitação e treinamento para os colaboradores da empresa. Estiveram presentes ainda o gerente de comunicação do Instituto, Paulo Roberto Coelho, e a analista de comunicação, Maíra Nunes, que na ocasião discutiram estratégias de visibilidade para as ações. O intuito da parceria é causar um impacto positivo no maior número de pessoas.

Publicado em Notícias
Pagina 1 de 2
Download Free Premium Joomla Templates • FREE High-quality Joomla! Designs BIGtheme.net